Localização

A Ferroport está localizada no Complexo Portuário do Açu (21°49’24’’S 41°01’13’’W), área litorânea do Município de São João da Barra, Estado do Rio de Janeiro, Brasil, região marcada pela presença de restinga, relevo plano, poucas chuvas e grande incidência de ventos.

Núcleo Ambiental

A equipe de sustentabilidade da Ferroport é formada por profissionais capacitados nas áreas de engenharia química, ambiental e de segurança do trabalho, biologia, administração e assistência social para prevenção, controle e monitoramento ambiental, conforme Sistema de Gestão Ambiental.

Além disso, contamos com o apoio da equipe de brigadistas e de atendimento de primeiros socorros disponíveis 24 horas no site.

Para entrar em contato com a equipe de sustentabilidade use os meios de contato abaixo:

Telefones

(22) 3722-1991(22) 3722-1992(22) 3722-1749(22) 3722-1918(22) 3722-1894(22) 3722-1794(22) 3722-1763

E-mail

sustentabilidade@ferroport.com.br

Licenciamento (LO)

A Ferroport é licenciada pela LO Nº IN051807 emitida pelo órgão ambiental estadual, Instituto Estadual do Ambiente – INEA, concedida em dezembro de 2020 e válida até maio de 2024, conforme processo N° E-07/002.17856/2013. As atividades realizadas pela Ferroport são auditadas compulsoriamente, conforme legislações estaduais (DZ-56 – R3 INEA) e federais (CONAMA 306/02). Periodicamente, a Companhia encaminha ao órgão ambiental competente relatórios das auditorias ambientais e materiais contendo os resultados dos programas de monitoramento socioambiental exigidos pelas condicionantes da licença, bem como de outros programas e projetos desenvolvidos pela empresa.

Além disso, a Ferroport executa suas atividades com base em outras legislações de âmbito federal, estadual e municipal, realizando gerenciamento de seus requisitos legais por meio de software específico que garante levantamento e monitoramento constate das legislações aplicáveis ao negócio.

Relatório de Impacto Ambiental

A caracterização e análise sistêmica completa dos principais aspectos e impactos ambientais da área de influência do Terminal 1, onde localiza-se a Ferroport, estão disponíveis no Relatório de Impacto Ambiental – RIMA.

Procedimentos ambientais internos

A Ferroport se preocupa com a vida em todas as suas formas. Temos um forte compromisso com a preservação ambiental, a segurança e a qualidade dos nossos serviços e, para tanto, possuímos diversos documentos normativos ambientais que norteiam as nossas atividades.

Programas Ambientais

A fim de garantir o monitoramento contínuo da nossa área de influência e proteger o meio ambiente onde estamos inseridos, a Ferroport mantem diversos Programas Ambientais
meio-ambiente_programa_morfologia

Programa de Monitoramento de Morfologia Costeira

As variações morfodinâmicas de parte das praias de São João da Barra, RJ são acompanhadas através de levantamento periódico de inúmeros perfis de praia, batimetria e avaliação granulométrica dos sedimentos.

meio-ambiente_programa_tartarugas

Programa de Monitoramento de Tartarugas Marinhas

Monitoramos ocorrências reprodutivas e encalhes de tartarugas marinhas em uma extensa área, que abrange desde a Praia do Pontal de Atafona até a Praia do Açu. Essa faixa de praia é monitorada diariamente por equipe treinada, de acordo com as orientações do Centro TAMAR/ICMBIO. Juntos, já realizamos a caminhada de aproximadamente 1 milhão de tartarugas marinhas.

meio-ambiente_programa_efluente

Programa de Monitoramento de Efluente

O monitoramento tem como objetivo controlar a eficiência operacional das estações de tratamento de efluentes líquidos do empreendimento. Esse monitoramento permite a verificação da eficiência do tratamento para cumprimento das exigências normativas e reaproveitamento total dos nossos efluentes para irrigação de áreas verdes.

meio-ambiente_programa_comunidades-planctonicas-bentonicas

Programa de Monitoramento da Comunidades Planctônicas e Bentônicas

Monitoramos a microbiota (comunidades planctônica e bentônica) aquática na área de influência do Porto como bioindicadores para controle de poluição e controle de espécies exóticas.

meio-ambiente_programa_ruido

Programa de Monitoramento de Ruído

As avaliações de ruído são realizadas periodicamente, durante o dia e a noite, para verificar os níveis de ruído produzidos pela Ferroport que possam impactar a fauna e a flora do entorno.

programa-de-fauna

Programa de Monitoramento de Fauna Sinantrópica e Controle de Vetores

A Ferroport mantém programa de monitoramento de fauna sinantrópica e controle de vetores na área portuária de forma preventiva, visando à prevenção de doenças e atendimento às legislações ambientais.

meio-ambiente_programa_reflorestamento

Programa de Reflorestamento Ferroport

A Ferroport atua, em parceria com outros membros do complexo Porto do Açu, na Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN) Caruara. Além disso, também atuamos na conservação da biodiversidade e dos serviços ecossistêmicos da região fluminense com cerca 2,5 milhões de mudas de espécies nativas de área de Mata Atlântica e Restinga plantadas em diversos locais do Estado do Rio de Janeiro.

meio-ambiente_programa_qualidade-do-ar

Programa de Monitoramento da Qualidade do Ar

Com o objetivo de evitar qualquer tendência de alteração na Qualidade do Ar decorrente das atividades da Companhia, a Ferroport, além de monitorar suas emissões, mantem medidas de controle de dispersão de material particulado, como a instalação de aspersores, que utilizam água de reuso para umidificar as pilhas de minério, utilização de polímero aglutinante e enclausuramento das casas de transferência de minério, evitando a dispersão de material.

Quanto as emissões de Gases de Efeito Estufa (GEE) geradas por suas atividades, a Ferroport realiza inventários periódicos de suas emissões, considerando os escopos 1, 2 e 3, e investe nas melhores práticas de processos como forma de reduzi-las.

Ver o GEE
meio-ambiente_programa_agua-subterranea

Programa de Monitoramento de Água Subterrânea

O programa de monitoramento de água subterrânea tem como objetivo assegurar que as medidas de controle operacionais permitam o transcorrer das atividades da Ferroport sem nenhuma interferência no aquífero livre.

Como está localizada em região onde não existe abastecimento público de água e coleta de efluente para tratamento por concessionária, a Ferroport viu como oportunidade, além de coleta de águas pluviais, manutenção de poços subterrâneos outorgados e estação de tratamento de efluentes licenciada, a reutilização de efluentes sanitários e industriais tratados para uso não potável, mantendo, assim, suas atividades operacionais e controles ambientais em funcionamento, contribuindo para redução da captação de água de fontes naturais e reutilizando grande volume de recurso que outrora seria descartado.

A partir dessas iniciativas, a Companhia já consegue apresentar um alto nível de eficiência em gestão de recursos hídricos, de forma que cerca de 90% da água utilizada em suas atividades provem de fontes alternativas.

meio-ambiente_programa_residuos

Programa de Gerenciamento de Resíduos Sólidos e Resíduos de Saúde

A Ferroport mantém uma gestão de resíduos pautada nos 3 R’s da sustentabilidade (Reduzir, Reutilizar e Reciclar). Para tanto, buscando reduzir a geração de resíduos sólidos, adotamos diversas práticas de uso responsável de materiais, assim como adoção de logística reversa de embalagens, campanhas de uso eficiente de energia e também dos recursos telefônicos e de impressão. Além disso, são incentivadas as práticas de reutilização de materiais que ainda estejam em condições seguras de uso, por meio de nossa área de oportunidades, e, no caso de não ser possível a reutilização dos materiais, priorizamos o envio dos resíduos para processos de reciclagem, onde garantimos um destino seguro e ambientalmente adequando para os materiais inservíveis gerados em nossos processos. Tais sistemáticas estão descritas em nosso Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos.

Ademais, a Ferroport mantém Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos de Saúde, onde determina ações de controle de geração, armazenamento e destinação correta dos resíduos gerados nos atendimentos de saúde.

Ver o PGRSVer o PGRSS

A Ferroport possui normativo dedicado a movimentação e procedimentos de segurança com produtos perigosos que tem como objetivo estabelecer sistemática para embarque de cargas perigosas em navios atracados no terminal para embarque de minério.

Possuímos controles de segurança socioambiental e equipes devidamente treinadas para contingenciamento de situações de emergência, além de planos de emergência de ação individual e em conjunto com outras empresas do Complexo e o Poder Público. Tais planos são elaborados com o objetivo de prevenção de ocorrências de emergência, e em caso de ocorrência, possibilitam tratativa mais eficiente e segura.

O Plano de Emergência Individual é mantido com base nas exigências da Resolução CONAMA N° 398/08, nele estão estabelecidas ações a serem realizadas em situações de emergência de vazamento de óleo nas instalações da Ferroport que possam causar potencial risco a integridade física das pessoas, do patrimônio e gerar impactos ao meio ambiente.

Ver o Fluxo de Comunicação PEI

O Plano de Ajuda Mútua foi elaborado a partir de uma associação entre a Ferroport, algumas outras empresas e poder público envolvidos em seu escopo, com o objetivo estabelecer ações para controlar respostas à emergência de forma mais eficiente visando a segurança de todos os integrantes e da comunidade ao entorno, além de mitigar danos ao meio ambiente.

Ver o Fluxo de Comunicação PAM

O Plano de Atendimento a Emergências/ Plano de Controle de Emergências define as responsabilidades, procedimentos e informações para orientar as ações que devem ser adotadas em cenários de acidentes que venham ocorrer nas instalações do Terminal 1, como incêndios, fenômenos meteorológicos, acidentes com produtos perigosos, dentre outros, com o objetivo de garantir a segurança dos colaboradores, parceiros e da comunidade vizinha, reduzir danos ao patrimônio e impactos ao meio ambiente.

Ver o Fluxo de Comunicação PAE/PCE

O Plano de Crise é documento que estabelece ações que a Ferroport deve adotar em resposta a uma situação crítica que pode afetar negativamente seus negócios, lucratividade, reputação e capacidade de operar.

Tendo sido elaborado sob orientação do INEA (Instituto Estadual do Ambiente), o Plano de Área do Porto do Açu conta com a participação integrada de todos os terminais em operação no Complexo para atendimento a emergências de óleo no mar, além de instituições de interesse, como Marinha do Brasil, Defesa Civil e Ibama. O Plano elaborado e protocolado junto ao órgão ambiental,  formaliza os mecanismos de compartilhamento de recursos para atendimento de emergências com óleo no mar e a integração ao Plano Nacional de Contingência.

Ver o Plano de Área

As dragagens são necessárias tanto na etapa de implantação de instalações portuárias quanto para manutenção do acesso seguro às áreas abrigadas e infraestruturas do terminal. Desta forma, as atividades de dragagem na área de acesso a Ferroport ocorrem conforme às normas ambientais aplicáveis, levando em consideração as orientações do órgão ambiental licenciador, órgãos consultivos e intervenientes, a fim de manter a navegabilidade e realizar as adequações necessárias à operação.

Para tanto, antes da execução da operação de dragagem é enviado para avaliação e aprovação do órgão ambiental o Plano de Dragagem e o Plano de Monitoramento de Dragagem, onde estão definidas as diretrizes e ações que serão executadas visando controle, monitoramento e mitigação dos potenciais impactos das operações de dragagem. As diretrizes e medidas mitigadoras executadas constituem-se das melhores práticas internacionais executadas em projetos de dragagem, considerando, entre outros pontos:

  • Monitoramento Marinho: a partir do monitoramento da qualidade da água, biota e sedimentos;
  • Proteção das Tartarugas Marinhas: mantendo observadores de Bordo, Monitoramento de Praia e Adaptações dos equipamentos de Dragagem;
  • Gestão de emergências.
Ver o Protocolo Padrão de Dragagens de Manutenção

Em atendimento ao inciso 1° do Art. 2 da Resolução n°2650 – ANTAQ, de 26 de setembro de 2012, que diz “As informações encaminhadas à ANTAQ também deverão estar disponibilizadas nos sítios eletrônicos das instalações portuárias”, a Ferroport dispõe as informações da retiradas de resíduos provenientes de embarcações realizada pelas empresas já cadastradas no Terminal para este fim.

Ver Relatório GISIS – 4º Trimestre de 2023

Monitoramento das Condições Meteorológicas e Oceanográficas

A Ferroport dispõe de modernos equipamentos que realizam medições oceanográficas e meteorológicas em tempo real, garantindo a segurança das operações portuárias. Estes dados estarão disponíveis para universidades e centros de pesquisas, caso sejam solicitados

Parcerias Ambientais

Em parceria com a Fundação Tamar, realizamos o monitoramento e acompanhamento, até o nascimento, das tartarugas marinhas identificadas nos 62 quilômetros de praia monitorados pelo Programa de Monitoramento de Tartarugas Marinhas.

No âmbito de educação ambiental, possuímos uma parceria com a Prefeitura de São João da Barra através do Grupo de Escoteiro do mar 129 Gemar com o objetivo de auxiliar no desenvolvimento dos jovens em liderança e comprometimento com as questões ambientais.

Educação Ambiental

Como forma de sensibilizar nossos colaboradores, seus familiares, terceiros e a comunidade ao nosso redor sobre a importância de preservar e cuidar do meio ambiente, adotamos o programa de educação ambiental e realizamos diversas atividades visando garantir a proteção do ambiente onde estamos inseridos.